Sem contrato na TV, “Pânico” prepara sua volta na internet

panico
Fonte: Band

A Band dispensou o “Panico” após crise econômica e contenção de gastos

Pouco mais de um mês após deixar a grade da Band e a TV aberta, o “Pânico” já prepara sua volta. Desta vez, contudo, no YouTube.

Com uma produção cara demais para o padrão das televisões abertas e pagas, o humorístico vai se rearranjar para ampliar seu canal próprio na internet, segundo o colunista Ricardo Feltrin.

Na plataforma online, a atração, que já tem quase 6,5 milhões de inscritos, conta com cerca de 3 mil vídeos.

A ideia inicial é manter Emílio Surita e Bola à frente na apresentação, só que com uma estrutura muito menor, assim como o elenco. Parte dele, entretanto, deve ser mantido, bem como as Panicats.

O “Pânico” tinha contrato com a Band até o final deste ano, mas devido aos cortes de despesas, o canal decidiu tirar o projeto do ar antes da hora.

Vale ressaltar que apesar dos rumores de que alguns dos humoristas permanecerão com a turma do Morumbi, até o momento nenhuma informação a esse respeito foi confirmada. Outras emissoras também não se dispuseram a abrigar a equipe da atração.

Famosidades