A estratégia financeira da família de Schumacher para mantê-lo vivo após 4 anos

Michael Schumacher e sua mulher Corinna
                                                                                 Facebook

                                             Michael Schumacher e sua mulher Corinna

29 de dezembro 2013. Nesta data, na França, o ex-piloto alemão Michael Schumacher sofreu um grave acidente enquanto esquiava e, desde então, seu estado de saúde é mantido sob sigilo absoluto pelos familiares e pessoas próximas ao heptacampeão da Fórmula 1 .

Perto de completar 49 anos de idade – em 3 de janeiro de 2018 -, Schumacher nunca mais foi visto em público. Depois de bater a cabeça numa rocha, o ex-piloto ficou cerca de seis meses em coma no hospital de Grenoble, foi transferido posteriormente para um hospital suíço em Lausanne e, em seguida, para sua mansão em Gland, na Suíça.

Quatro anos depois, são muitas as perguntas sobre Schumi. Uma das mais frequentes é: qual a estratégia financeira que seus familiares usam para mantê-lo vivo?

Por decisão da mulher Corinna, o alemão está internado em uma sala da sua enorme casa sob a supervisão de uma equipe médica composta por 15 pessoas e coordenada pelo doutor Richard Frackowiak. Tudo isso custa uma fortuna para a família, responsável pela gestão do dinheiro arrecadado nos seus tempos de piloto da F1.

IG