Pabllo Vittar canta vestida de princesa, tira a roupa e chora: ‘Capaz de amar’

Pabllo Vittar tirou sua roupa de drag e fez um discurso emocionante em seu show na madrugada deste sábado, 25 de novembro de 2017

Pabllo Vittar levou seus fãs do Rio de Janeiro ao delírio na madrugada deste sábado. Durante seu show, a artista surgiu vestida como a princesa Bela, do filme “A Bela e a Fera” e encantou. Mas em seguida Pabllo, que vai desfilar num carro da Beija-Flor sobre intolerância no Carnaval 2018, mostrou que estava ali para lutar por respeito. “Hoje eu quis me despir de tudo o que me prendia no palco. Nós somos muito mais que humanos, nós somos capazes de fazer qualquer coisa, inclusive de parar de odiar o próximo, de começar a amar o próximo”, disse, enquanto tirava todo o seu figurino. Com lágrimas nos olhos, a cantora cantou o single “Indestrutível” sem peruca e usando apenas uma meia-calça nude. Na internet, os fãs não só entenderam o recado, como vibraram com a atitude corajosa da artista, já tietada por Luan Santana: “Perfeito… amei do fundo do meu coração”, escreveu um seguidor. “Lindo o seu trabalho. É inspirador. Parabéns, querido. Você merece todo sucesso do mundo”, elogiou um segundo. “Fiquei arrepiada”, disse uma fã.

Artista se sente protegida com roupa de drag

As lágrimas de Pabllo Vittar no show do Rio de Janeiro, durante a festa Chá da Pabllo, possivelmente foram uma mistura de felicidade, emoção, mas também de fragilidade. Em entrevista recente, a artista afirmou que se sente melhor quando está montada: “Com ela [sua personagem] me sinto forte. Consigo colocar meus sentimentos para fora e, ao mesmo tempo, me sinto protegida, como se meu alter ego fosse um escudo”, contou. E usou o seu nome de batismo para contar como é quando usa roupas comuns: “O Phabullo é mais tímido”. Por fim, tentou explicar o que a motiva a se transformar: “Só tenho uma vida e quero ser quantas pessoas quiser. As pessoas vivem conformadas, às vezes presas em suas cabecinhas”.

Drag não pensa em mudar de sexo

Apesar de se apresentar vestida como uma mulher, Pabllo Vittar nem pensa em fazer uma cirurgia de redesignação sexual. “Não sou trans! Não quero mexer no meu corpo, fazer cirurgias… Sou feliz como sou”, disse. E esclareceu: “Sou um menino gay, que faz drag e se relaciona com homens gays”. Por fim, a artista garantiu que nem se importa de ser chamado pelo pronome masculino. No entanto, usou do bom humor para fazer uma ressalva: “Juro que não tenho ‘grilos’ com isso, não! Mas, obviamente, quando estou montada, prefiro ser chamada de ‘a’ Pabllo. São horas no make, né?!?”.

Terra