Catherine Deneuve e outras 99 mulheres culpam #MeToo por clima “totalitário”

A atriz francesa Catherine Deneuve é uma das 100 mulheres que assinaram uma carta se manifestando contra o #MeToo . Para elas, o movimento é culpado por criar um clima “totalitário”, que pune injustamente homens por flertarem “insistentemente ou desajeitadamente”, além de minar a liberdade sexual.

Catherine Deneuve e outras 99 mulheres culpam #MeToo por criar um clima
                                                                  Reprodução/Twitter

Catherine Deneuve e outras 99 mulheres culpam #MeToo por criar um clima “totalitário”

Publicada no jornal francês “Le Monde” , a carta de Catherine Deneuve e outras mulheres gerou manifestações de algumas das vítimas que vieram a público denunciar o comportamento inapropriado de produtores, atores e diretores. “Deneuve e outras mulheres mostram ao mundo como sua misoginia interiorizada as lobotomizou para um ponto que não tem volta”, escreveu Asia Argento , uma das mulheres que denunciaram o produtor Harvey Weinstein .

 

Carta

O manifesto afirma que homens devem ser “livres para abordar mulheres”, é assinado por escritas, atrizes e acadêmicas francesas e ainda diz que a “caça às
bruxas” ameaça a liberdade sexual. Em um dos trechos, a carta diz que estupro é crime, mas que seduzir alguém, ainda que de forma insistente, não é.

Casos de assédio

As acusações contra artistas de Hollywood ganharam forças depois do escândalo envolvendo o produtor e magnata dos estúdios, Harvey Weinstein. Cerca de 80 mulheres que trabalham ou trabalharam na indústria confessaram ter sofrido algum tipo de assédio de Weisntein.

Já Kevin Spacey foi acusado por também ator, Anthony Rapp , de tê-lo assediado quando tinha apenas 14 anos, enquanto atuavam na Broadway . Depois do episódio, Spacey desculpou-se e aproveitou a ocasião para assumir sua homossexualidade nas redes sociais – o que foi visto por muitos como uma tentativa do protagonista de “House of Cards” , da Netflix , de tirar o foco das denúncia que havia sofrido.

Como se não bastasse, além dos nomes citados, também foram acusados de assédio os atores Jeremy Piven e Ben Affleck , além do diretor e produtor Brett Ratner .

Gente Ig