Leifert diz que Daiana não gosta ver fotos de casamento

Daiana Garbin, com transtorno alimentar, não vê as fotos de casamento com Tiago Leifert

Em tratamento contra um transtorno alimentar, Daiana Garbin revelou que ainda não consegue ver as fotos de seu casamento com Tiago Leifert, realizado em novembro de 2012, em São Paulo. No “Mais Você” desta terça-feira (5), Ana Maria Braga recebeu o casal e perguntou à jornalista se era verdade que ela não queria fotógrafo presente na cerimônia. “Até hoje ela não vê as fotos. Ela não gosta de olhar”, entregou o apresentador do “The Voice Brasil”.

Daiana, então, explicou que acreditava que precisava perder peso para se casar: “as meninas vão me entender. A gente vê nos filmes e nas revistas aquelas noivas esqueléticas com todos aqueles ossos aparecendo de vestido tomara-que-caia. Eu internalizei desde a infância que eu só poderia me casar se eu fosse uma noiva esquelética com a saboneteira toda aparecendo. Eu estava doida porque achei que tinha que emagrecer 10 kg para casar. Então você vê, Ana, como a gente perde momentos lindos da vida por causa da obsessão pelo tal corpo perfeito que nunca vai existir”.

Daiana disse que luta contra o transtorno desde os 12 anos. Segundo a repórter, tudo começou devido à comparação com pessoas da mesma idade: “a gente começa desde muito cedo a se comparar. Às vezes, na infância, a gente se compara com irmão, com primo, com colegas da escola. Corpo, cabelo, aparência. No colégio, me chamavam de gordinha. Isso vai internalizando e você tenta ser parte de alguma coisa. Você tenta se sentir incluída naquele grupo. Quem tem a tendência a desenvolver o transtorno alimentar, acha que consegue isso pela magreza”. “A nossa sociedade internalizou que a única possibilidade de você ser feliz, gostar do seu corpo, ter sucesso e você ser aceita é sendo extremamente magra”, completou.

Leifert foi responsável por fazer com que Daiana parasse de tomar remédios para emagrecer. O jornalista deu um ultimato para a mulher e disse que não ia casar caso ela continuasse a tomá-los. “Eu tenho vergonha de falar. Não é bacana para mim expor isso. Mas eu sei que se contar isso, as mulheres vão perceber o que estão fazendo com o corpo delas. Eu fiquei viciada em remédio. Não conseguia parar. O Thiago foi um anjo que Deus botou na vida para me cuidar.”

Terra